Sono, sono meu!

Sabem aqueles temas onde o assunto é tão grande que você não consegue organizar a sua mente e começar por um ponto que faça mais sentido? Pois esse post é exatamente sobre isso. Pais de filhos gêmeos, simplesmente não dormem. A coisa é tão absurda, que eu acho que o governo deveria dar uma “bolsa soneca” pra nós investirmos em enfermeiras/babas/cuidadoras noturnas e enfim, dormir um pouco.

Bom, “babá” é um tópico a parte, porque virou emprego de luxo. As moças tão cobrando R$2.500,00 (?) por mês, + passagem e sem trabalhar no sábado… Que é isso minha gente? Vou largar tudo e virar cuidadora de neném, porque nem advogado em começo de carreira ganha isso, alias, as vezes nem em meio de carreira, rs. Tudo bem que as que eu encontrei por esse preço, dormiam em casa, ou seja, é um trabalho 24h. Mas mesmo assim acho muito caro, porque tem que haver um revezamento, senão ninguém dá conta de ficar acordado. Porém, o tema é “sono” e vou tentar me ater a ele.

Pensem vocês na minha situação. Manuela e Melissa nasceram com 33 semanas e 5 dias, e por serem prematuras foram para o CTI. A Manuela logo com 15 dias veio pra casa, ganhou peso, aprendeu a sugar e não tinha problema algum que a mantivesse por lá. No começo foi meio complicado, pois tínhamos que acorda-la de 3 em 3 horas para amamenta-la, até que completasse 03kg. Depois que esse peso foi atingido, a pediatra liberou a dormida da noite! Manuzinha podia enfim, dormir o tanto que quisesse… Não adiantou de nada, ela continua acordando de 3 em 3 horas e quando, no muito, dorme umas 4 horas. A Melissa chegou em casa tem apenas duas semanas, passou longos 54 dias na CTI onde mamava também de 3 em 3 horas. Ela já chegou em casa pesando 03kg, então não precisávamos acorda-la durante a noite. Mas assim como a Manu, ela dorme no máximo 04h por vez e as vezes ainda faz pior, tem insônia de madrugada. É PRA ACABAR.

Eu e o Ricardo fazemos de tudo para elas dormirem, pois, durante o dia, ocorrem os ataques de cólica, o que impossibilita que elas descansem entre uma mamada e outra. Conclusão: Tem horas que emendam uma mamada na outra, não dormem, não ficam quietinhas no berço, só aceitam ficar no colo (que é mais quentinho então ajuda a aliviar a dor) e ainda por cima ficam reclamando porque estão com sono e não conseguem dormir. Adeus coluna, sono, vida, vontade de viver, humor.

Ricardo.Manuela.gêmeos.sono

Resumindo a ópera para não ficar me lamentando até amanhã de manhã, gostaria de trocar figurinhas com quem já foi pai ou quem teve contato próximo com crianças pequenas. Tem uma idade média pras crianças começarem a dormir a noite toda? Será que com gêmeos é diferente? Você, papai ou mamãe, tem algum conselho pra me dar (algo que você fez com o seu filhote e funcionou)?

Por enquanto, dormir é o meu maior desejo! Outro dia volto com mais histórias do dia a dia de uma mãe de gêmeos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s